Viagens & ImagensCalifornia

Viagens & Imagens no Facebook  Viagens & Imagens no Youtube  Siga o Viagens & Imagens no Twitter  Viagens & Imagens no Panoramio  Viagens & Imagens no Google+  Viagens & Imagens no Flickr

Nesta página estão 18 imagens feitas no estado americano da California.

 

Inicio
Alabama
Arizona
California
Florida
Georgia
Idaho
Illinois
Indiana
Iowa
Kentucky
Louisiana
Maryland
Minnesota
Mississippi
Missouri
Nevada
New Jersey
New Mexico
New York
North Carolina
Ohio
Oklahoma
Oregon
Pennsylvania
South Carolina
Tennessee
Texas
Utah
Virginia
Washington
West Virginia
Wisconsin

 

 

 

 




 

 

 

 

Antes da chegada dos espanhóis, existiam centenas de tribos espalhadas pela Califórnia, falando mais de cem idiomas, alguns deles completamente diferentes entre si.

California, o Estado Dourado. O nome deste lugar tem atraído pessoas de todos os cantos do mundo, para conhecer o paraíso que a California tem a fama de ser. Praias quase desertas, com pedras ou com areia, desertos escaldantes, montanhas cobertas de pinheiros, belos parques naturais, muito sol no verão e neve no inverno, a California parece ter um pouquinho de tudo. E nem sequer a ameaça de terremotos abala a fama deste paraíso. Este é um daqueles lugares que merecem férias completas, de 30 dias, sem necessidade de nenhum outro lugar para complementar seu passeio.

Santa Barbara, bem em frente ao Oceano Pacífico, fica pouca coisa ao norte de Los Angeles. Como grande parte das cidades da California, ela também foi fundada pelos espanhóis, e a arquitetura dos prédios da State Street - sua principal avenida - conserva estas características. Santa Bárbara é quase um refúgio de verão para os habitantes de Los Angeles, e suas praias, piers e restaurantes costumam ficar lotados de gente, principalmente entre junho e agosto. Santa Bárbara é uma das cidade mais simpáticas e agradáveis da California.

 

Clique e veja uma imagem do Pier de Santa Bárbara

 

E veja o vídeo que fizemos visitando o famoso Pier da cidade, o Santa Barbara Stearns Wharf.

Após a chegada de Colombo à América, surgiu uma febre de descobrimentos no novo mundo, que levou os donos dos mares da época – os Espanhóis – até a costa leste do continente americano.
Clique sobre esta imagem para vê-la em maior resolução

Veja também o vídeo feito visitando a avenida que aparece na imagem acima, a State Street.

A obsessão dos exploradores era encontrar uma rota marítima para as Índias, fonte das riquezas exploradas pelos Europeus. Eles não encontraram a suposta passagem marítima, mas em compensação descobriram um continente repleto de novas riquezas.

Fresno figura entre as cidades de meio porte da California. Pernoitamos uma note aqui após visitarmos o parque das Sequoias. Esta foto do centro, batida de uma rua central, mostra alguns do poucos prédios mais altos. Não há muito para ser fazer em Fresno, e a cidade serve principalmente como lugar de pernoite para viajantes que estão cruzando o estado. Seus pontos turísticos mais conhecidos são o Fresno Art Museum, uma galeria de arte, e o United States Aviation Museum, onde estão em exibição alguns aviões militares históricos

 

Batemos esta foto a beira da estrada 101, ao entrarmos no que é conhecido com Red Woods, região florestal que ocupa grande parte do norte da California. Uma das formas mais presentes de arte por aqui é a escultura em madeira natural da floresta. É comum encontrar na beira da estrada tendinhas ou lojas de artesanato oferecendo todo tipo de esculturas de madeira, sejam elas totens, animais, árvores ou pássaros, algumas diminutas, outras enormes, mas praticamente todas muito bem feitas. Os dois ursos da foto ao lado são exemplos desta arte tão interessante quanto decorativa.

No início do século 16, um escritor espanhol havia publicado um livro chamado "Las Sergas de Esplandian", sobre uma terra do outro lado do oceano, sendo que uma das personagens chamava-se "Calafia, Rainha da California".

 

Ao chegarem à costa oeste do México, os exploradores espanhóis, inspirados pelo romance, decidiram nomear as novas terras com o nome daquela bela personagem, e batizaram a península Mexicana de California

Crescent City é uma cidadezinha diminuta, quase na divisa entre os estados da California e Oregon. É um lugar situado a beira mar e extremamente tranqüilo. Em 1964 Crescent City enfrentou uma Tsunami, onda gigantesca que invadiu e destruiu quase toda a cidade. Com a ocorrência de Tsunamis no oceano Indico, em 2004, Crescent City chegou a receber um falso alarme de novas ondas gigantes, e muita gente saiu correndo de suas casas em direção às montanhas. Em nossa passagem por lá, graças a Deus, nada disso aconteceu. A foto ao lado é do Battery Point Lighthouse, farol construído em 1856, situado numa ilhota, agora transformado em museu, e que constitui a principal atração turística da cidade. O único inconveniente do farol-museu é que durante as marés altas a estradinha que dá acesso a ilhota fica submersa, tornando impossível chegar lá sem se molhar muito. 

 

Ao norte de Los Angeles fica a cidadezinha de Solvang, auto intitulada a Capital dinamarquesa dos USA. Realmente, ao andar por lá, não dá para lembrar que estamos nos Estados Unidos. Todos os prédios são no estilo da Dinamarca, as lojas vendem produtos típicos, e os restaurantes servem pratos característicos e doces daquele país. Em dinamarquês, Solvang significa Campos Ensolarados, e este nome foi dado ao local em 1911, quando a cidade foi fundada por imigrantes daquele país.

O estado da Califórnia começou a ser colonizado pelos espanhóis a partir da península da Califórnia, situada no México. Eles seguiram rumo norte, à procura de ouro e prata. Entre os principais conquistadores estavam Hernán Cortés, Fortún Jiménez e Francisco de Ulloa.

Veja o vídeo que fizemos vistando Solvang.

Para conquistar os índios e divulgar a fé cristã, os espanhóis estabeleceram o sistema de Missões, as quais marcaram profundamente a cultura local. Com a chegada do homem branco e a disciplina imposta, muitos nativos não conseguiram se adaptar a nova vida, contraíram doenças e morreram.

Los Banos é uma pequena localidade, situada em pleno deserto da California, entre Fresno e San Francisco. Para viajantes, Los Banos serve principalmente como parada para abastecer o carro ou comer alguma coisa, já que não há muito para ser visto no local. O nome hispânico (Os Banhos), tem origem nas fontes naturais, situadas a pouca distância. Mesmo pequena, Los Banos tem um comércio diversificado, inclusive um grande shopping. Até hoje não conseguimos descobrir como tantas cidades diminutas dos Estados Unidos podem ter shoppings tão imensos sem eles irem à falência. A foto ao lado é de uma revendedora de Trailers e Road Vans, com uma variedade de modelos e tamanhos inacreditável, e onde a cor prata metálica é sempre a mais procurada.  

 

Monterey, situada a beira mar, tem  um clima agradável e um ambiente descontraído, típico das cidades praianas da California. É um lugar animado, muito freqüentado por jovens, e que no verão tem fama de organizar grandes festivais e eventos animados. A península de Monterrey é uma das regiões costeiras mais bonitas da California, e por isso costuma atrair turistas e muitos moradores da região de San Francisco. Esse é um daqueles lugares onde se pode pensar em passar dois ou até três dias.

Em 1821 o México se tornou independente da Espanha. Com isso, a Califórnia também trocou de mãos e passou a constituir uma província mexicana. Neste período o local era ocupado principalmente por criadores de gado e rancheiros.

 

Pouco a pouco, comerciantes americanos vindos da costa leste se estabeleciam no território mexicano da Califórnia, e começaram a pensar em incorporar aquele território. A guerra entre Estados Unidos e México (1846 –1848), fez aumentar ainda mais o desejo de tornar aquela região independente do México.

Árvores com milhares de anos de idade com troncos tão grossos que poderiam servir de túnel para passagens de carro. Aqui estão os seres vivos mais antigos do planeta, com informa o folheto de boas vindas do  Sequoia National Park, belíssimo parque situado a meia distância entre Los Angeles e San Francisco. Além destas imensas árvores da família das Sequóias, o parque tem lagos, montanhas e diversas áreas de camping e piqueniques. Este é um lugar que deve ser explorado com calma, e visitantes devem reservar algumas horas para percorrer a pé suas diversas trilhas em meio às árvores. O Sequoia National Park, junto com seu vizinho King’s Canyon National Park figuram com muita justiça como duas das atrações mais belas e visitadas da California. Clique sobre a foto ao lado para vê-la em alta definição.

 

San Luiz Obispo é uma pequena cidade, a pouca distância do litoral. É uma mistura de cidade do interior com cidade litorânea. Entre seus prédios antigos e os tradicionais carrões, há também sempre gente jovem nos barzinhos e praças, pois aqui fica a prestigiada California Polythechnic State University. O vinho produzido nesta região é renomado em todo o país, e com justiça, pois é muito saboroso. Perto daqui está também a mansão mais famosa do estado, o Hearst Castle, construído no início do século passado pelo magnata William Hearst. Visite ainda a Mission San Luis Obispo, monastério construído pelos espanhóis em 1772, e que deu nome à cidade.

A Califórnia permaneceu um lugar tranqüilo até a descoberta de ouro. Quando notícias daquele evento foram divulgadas, centenas de milhares de aventureiros do resto do pais e do mundo vieram para cá, na esperança de enriquecer.

 

A Corrida do Ouro foi o evento que mais marcou a história da Califórnia. As multidões que vieram para cá de todos os lugares do mundo causaram mudanças sociais, econômicas, culturais, históricas e políticas.

Atravessamos Exeter a caminho do parque das Sequóias. Quando estacionamos para bater esta foto da pedra de boas vindas com o nome da cidade, algumas estudantes interromperam o papo no jardim ao lado e ficaram nos olhando, como quem diz O que esses dois estão vendo de especial nesta pedra para bater uma fotografia? Com população de 9.100 habitantes, Exeter é um típico exemplo de cidadezinha do interior americano, e dá a impressão de ser aquele lugar onde todo mundo se conhece e qualquer coisa fora da rotina é logo percebida. Exeter está no centro de uma região fortemente agricultural, onde os campos de laranjeiras predominam em ambas as margens da estrada, a perder de vista.  

Clique sobre a foto ao lado para ver uma imagem em alta definição de Exeter.

 

Ao longo da estrada 152, a caminho de Gilroy, decidimos parar para abastecer o carro e esticar as pernas num local onde grandes placas anunciavam uma tal de Casa de Fruta. Ao chegar lá tivemos a grata surpresa de descobrir um verdadeiro oásis a beira da estrada. Casa de Fruta é um conjunto de estabelecimentos atraentes, onde os produtores desta região da California comercializam seus artigos, não somente frutas, mas também doces, queijos, vinhos, sucos, artesanato, e diversos outros artigos interessantes e apetitosos. Deu até vontade de encher o porta mala do carro com tanta gostosura. A lado, foto de uma antiga locomotiva rodeada de abóboras, pois quando passamos lá era Halloween. Na mão está um saquinho de morangos do tamanho de pêssegos, que de tão perfeitos pareciam frutas decorativas. Mais detalhes no site oficial casadefruta.

Ao trazer aventureiros de todos os lugares do mundo para a Califórnia, a Corrida do Ouro trouxe também uma série de conflitos com os índios, que de um dia para outro viram suas terras invadidas por estranhos.
Clique sobre esta foto para vê-la em maior resolução.

 

Devido aos conflitos com os homens brancos, a população indígena da Califórnia decresceu de 150 mil habitantes, em 1846, para 30 mil habitantes, em 1870. Entre as tribos exterminadas estavam os Nisenan, Maidu e Miwok.

Esta foto, batida de um mirante próximo a cidade de Barstow dá uma pálida idéia da desolação desértica que ocupa grande parte do terreno da California, mas especificamente do local conhecido como Mojave Desert. O amarelado do terreno não é causado pela agricultura, mas sim pelos pequenos tufos de mato seco, que costumam nascer entre a areia. Por aqui estão Death Valley e Joshua Tree National Park, dois parques nacionais bastante visitados por apreciadores de paisagens inóspitas e por quem não se intimida pelo calor.

Veja um vídeo que fizemos ao atravessar este deserto: Moinhos e Trens.

Como informa o orgulhoso painel no acesso à cidade, Willits é o portal de entrada das Redwoods. Nesta região estão algumas das árvores mais altas do mundo - conhecidas com Redwoods - cuja  idade pode ultrapassar dois mil anos, sendo que suas alturas superam os 80 metros. A árvore tipo Redwood é prima da Sequoia, e se estiver mais interessado no assunto veja também a página Sequoia National Park.

Willits, em si, é uma pequena comunidade cortada pela estrada 101, privilegiada pela natureza ao seu redor. Um dos passeios mais agradáveis que se pode fazer partindo dela é a bordo do Skunk Train, um trem turístico que parte de Willits e atravessa em direção oeste a bela região montanhosa ao norte da California.  Quem ficar mais tempo por aqui também pode aproveitar para visitar o Mendocino County Museum, principal atração turística e cultural da cidade.

Após se tornar independente do México, em 1949, a Califórnia formou uma nação independente, sob o nome de "California Republic". Um anos depois era admitida como o mais novo estado americano.

 

Fazendas e ranchos também foram invadidos pelos aventureiros à procura de ouro. A confusão e violência desta época foram tão grandes que o governo americano precisou interceder, promulgando leis para salvaguardar os direitos dos moradores da Califórnia.

Ao norte da cidade de Porterville o terreno árido é em grande parte ocupado por centenas e centenas de bombas como essa, permanentemente em movimento, extraindo petróleo do subsolo. É uma parte da California que não lembra em nadas as imagens turísticas tão presentes em folhetos de propaganda. Por aqui a preocupação com a preservação do solo ou do meio ambiente ficou em segundo plano, e o que se vê são apenas engrenagens mecânicas, em funcionamento ou abandonadas, novas ou enferrujadas, oleodutos que parecem se perder no horizonte, e peças metálicas semelhantes a monstros alienígenas, funcionando sem parar, sugando tudo que podem do subsolo.

 

Imagem da rua principal de Eureka, também uma das pequenas localidades do estado. Situada bem ao norte da California, próxima à costa do Pacífico, ela é um lugar tranqüilo, com prédios centrais de arquitetura clássica, ruas bem sinalizadas e pedestres incapazes de atravessar um cruzamento fora da faixa zebrada.  A principal atração daqui é Fort Humboldt State Park, antiga fortificação militar construída em 1853, e que tinha como finalidade garantir a segurança dos mineradores participantes da Corrida do Ouro contra investidas indígenas.

Outro fator de grande importância para o desenvolvimento da Califórnia foi a inauguração da primeira ferrovia transcontinental, em 1869. Ligada por trilhos ao resto do país, a Califórnia entrou num período de intenso desenvolvimento econômico.

 

Entre os imigrantes que mais contribuíram para o desenvolvimento do estado estavam os orientais, principalmente milhares de chineses e japoneses que atravessaram o oceano Pacífico para se estabelecer no novo continente.

A beira da estrada 101, próximo à localidade de Klamath, estão estas figuras do lenhador gigante Paul Bunyan e seu touro azul Babe, tão conhecidas da literatura infantil norte americana. Elas são um chamariz do parque Trees of Mystery, situado dentro do Redwood National Park. O Trees of Mystery tem diversas atrações familiares, com destaque para o bondinho suspenso por cabos, que percorre parte da floresta. Já Klamath, por estar situada próximo ao Redwood National Park serve principalmente como ponto de hospedagem e partida para entusiastas de esportes ao ar livre, como caminhada, canoagem e trilhas.

Clique sobre a foto ao lado para vê-la em maior resolução.

 

Na cidade de Long Beach, ao sul de Los Angeles, fica permanentemente atracado o transatlântico Queen Mary. Com uma vez e meia o tamanho do Titanic, ele foi o maior navio de  passageiros já construído, e agora está adaptado para funcionar como hotel. Mesmo quem não está hospedado nele pode visitá-lo e ver de perto os ambientes onde os endinheirados passageiros do século passado desfilavam sua elegância a caminho da Europa. Lá estão diversas informações sobre o navio bem como sobre passageiro famosos, artistas de cinema, reis e rainhas que nele viajaram. Visitar o Queen Mary faz a gente ter a sensação de voltar no tempo, ou então estar entrando num gigantesco cenário de algum filme de Hollywood.

A expansão da agricultura, durante os séculos 19 e 20 foi seguida pelo estabelecimento de muitas indústrias no estado. As empresas cinematográficas trouxeram também um toque de Glamour para a região. Hoje, a Califórnia é o estado de maior população dos Estados Unidos, e também o mais rico.
Clique sobre esta foto para ver um vídeo feito no Queen Mary.

 

Quer deixar uma mensagem no Viagens & Imagens? Utilize o Guest Book 1 (nesta opção você terá uma resposta junto à sua mensagem)
ou o Guest Book 2 (para para quem não necessita resposta). As mensagens estarão visíveis em pouco tempo.

Vai alugar um carro e pegar a estrada nos Estados Unidos? Veja também a página Dicas USA

A música dessa página é I Love You California. Para interromper sua execução clique em X (parar).

 

I love you, California, you're the greatest state of all
I love you in the winter, summer, spring, and in the fall.
I love your fertile valleys; your dear mountains I adore,
I love your grand old ocean and I love her rugged shore.

I love your redwood forests - love your fields of yellow grain,
I love your summer breezes, and I love your winter rain,
I love you, land of flowers; land of honey, fruit and wine,
I love you, California; you have won this heart of mine.

Bandeira do estado da California.

Veja também as páginas dedicadas às três maiores cidades da California: San Francisco, San Diego e Los Angeles