Inicio
Alabama
Arizona
California
Florida
Georgia
Idaho
Illinois
Indiana
Iowa
Kentucky
Louisiana
Maine
Maryland
Minnesota
Mississippi
Missouri
Nevada
New Jersey
New Mexico
New York
North Carolina
Ohio
Oklahoma
Oregon
Pennsylvania
South Carolina
Tennessee
Texas
Utah
Virginia
Washington
West Virginia
Wisconsin

 

 

 

 

 




 

 

 

 

É um lugar meio distante e não costuma fazer parte dos roteiros turísticos tradicionais, mas que se dispuser a pegar a estrada e vir até aqui vai encontrar uma região com diversos atrativos. Certamente eles não incluem praias nem areia, mas o estado de Minnesota tem sim, muitos atrativos, é só procurar.  Nossa visita ao estado foi em fins do outono, bem antes do inverno chegar, mas mesmo assim o frio e o vento quase constante nos deixaram a certeza que janeiro e fevereiro não devem ser as melhores épocas do ano para visitar esta parte do país. Ao lado, uma imagem de Minneapolis, maior cidade do estado e uma das importantes do país.

Para quem estiver visitando Minneapolis é conveniente saber que o melhor da cidade situa-se nos arredores da 7th Street. E não deixe de visitar o centro comercial da cidade, onde se destaca um grande prédio com cobertura de vidro, fonte de água cristalina e temperatura tropical, onde é possível fazer umas comprinhas e almoçar num ambiente de temperatura quase tropical, enquanto vê, através dos grandes painéis de vidro, a neve caindo no lado de fora. Para produtos típicos regionais vá direto ao Farmers Market, na Lyndale Avenue, norte da cidade, opção certa para encontrar artesanato, frutos, queijos e outras delícias. 

Ao lado, imagem feita às margens do rio Missouri, que corre desta região até o sul do país, sendo que ao fundo vê-se o centro de Minneapolis. No entorno do rio estão situadas boas áreas residenciais, quase sempre com casas de bela arquitetura e verdes gramados. Quem passar alguns dias na cidade deve aproveitas para conhecer seus pontos turísticos mais importantes, como Foshay Tower, onde há um observatório com privilegiada vista da cidade e o bairro de Warehouse District, ao norte da Hennepin Avenue. Visite ainda a bela Basílica de St. Mary. Mas na verdade mesmo, o local preferido de dez entre dez turistas que visitam Minneapolis é o Mall of America, maior shopping dos Estados Unidos, tão grande que tem até um parque temático no miolo. Situa-se apenas a cerca de quinze minutos de carro do centro da cidade.

 

Pegando a estrada e deixando a principal cidade de Minnesota para trás você terá chance de conhecer uma região que, ao contrário de outros estados industrializados, ainda conserva regiões quase virgens, com matas, lagos, pinheiros e muitos animais selvagens e dependendo da época do ano, o cenário muda completamente. No período de nossa visita predominavam as cores de fins de outono, o dourado e avermelhado das folhas, céus de um azul profundo e um frio cortante, com raras nevadas e mesmo assim de pouca intensidade. Minnesota ganhou o apelido de "Terra dos  Dez Mil Lagos", em referência à grande quantidade de lagos e lagoas existentes nesta região.

 

A maior parte da população estadual está concentrada na área ao redor de Minneapolis e sua vizinha Saint Paul, que ganharam o apelido de Twin Cities, ou seja, cidade gêmeas, e onde concentra a maior parte da população estadual. A atividade econômica do estado é em grande parte relacionada á agricultura e pecuária, principalmente na região oeste. Ao norte, predominam principalmente florestas, com reduzida ocupação populacional e onde a mineração predomina. Graças às suas rica natureza, esportes ao ar livre são muito praticados em todo estado, em montanhas, lagos, rios e matas, durante praticamente todas épocas do ano.  Esta diversidade de cenários dá à Minnesota uma grande alternância de paisagens, incluindo desde áreas urbanas até montanhas, lagos e muitas áreas dedicadas à agricultura, onde as grandes extensões de campos cultivados de trigo e milho são uma vista constante.

 

O termo spam é usualmente empregado para designar emails não solicitados, sem remetente definido. O curioso nesta história é que a palavra Spam originalmente era utilizada para designar comida enlatada. Não se sabe exatamente qual a relação de comida enlatada com emails não desejados, mas na pequena Austin, ao sul da Minnesota foi criado o Museu do Spam, cuja fachada está na imagem ao lado. O museu tem como objetivo oferecer uma visão abrangente das delícias da comida enlatada (?) e ao que consta é a única atração da cidade que realmente vale a pena ser visitada.

 

Ao lado, uma imagem de Duluth, cidade situada ao norte de Minnesota. Construída às margens do Superior Lake, esta é uma cidade gelada durante os meses de inverno, sendo que entre dezembro e março, ela normalmente permanece coberta de neve, algo que felizmente não experimentamos durante nossa visita. Devido à sua situação geográfica e por estar ligada ao oceano Atlântico através dos grandes lagos que fazem a fronteira entre Estados Unidos e Canadá, o porto de Duluth é um dos mais importantes desta região do país, e por aqui é feito o escoamento de minérios e produtos agrícolas para o exterior.

 

A criatividade americana parece não ter limites e num país onde há de tudo, é importante sempre criar algo inovador, aparecer, destacar-se. Na falta de outras atrações, a cidade de Rochester, criou a Caixa de água Espiga de Milho, e acredite se quiser, ela se transformou numa concorrida atração turística desta pequena cidade. Porque foi adotada esta forma para a construção da caixa de água? Ora, porque aqui eles adoram milho.

Na verdade, quem viajar pelos Estados Unidos terá oportunidade de constatar como os americanos são hábeis na construção de gigantescas caixas de água elevadas, muitas delas com formatos super originais.

 

Ao lado, imagem do centro de Saint Paul, a capital estadual. De tão fria, já foi dito que Saint Paul é a Sibéria Americana. Esta cidade forma, junto com Minneapolis, um grande conglomerado urbano, onde estão as sedes de grandes corporações e indústrias. Para quem passar algum tempo aqui sugerimos começar a visita à cidade pela catedral de Saint Paul, seguindo depois pela Selby Avenue. Este é um dos trechos mais bonitos de Saint Paul, e lá estão grandes mansões em estilo vitoriano que lembram um pouco a arquitetura de cidades européias.

 

Sem contar o Alaska, Minnesota é o estado situado geograficamente mais ao norte do país. Dizem seus moradores que os verões por aqui são muito frios, e mesmo durante nossa visita, ainda em outubro, o frio já estava muito forte. Há cerca de duzentos anos, praticamente todo esta região era coberta por florestas, mas a partir do final do século XIX a exploração madeireira desenfreada praticamente acabou com todas elas, deixando apenas poucas áreas intactas. Dentre as poucas que se salvaram, destaca-se a região conhecida como Chippewa National Forest, felizmente preservada para as futuras gerações.

Fizemos esta imagem nas escadarias do State Capitol, o coração político do estado. Por coincidência, no dia em que o novo governador estava tomando posse e descia pelas escadarias junto com um batalhão de assessores e fotógrafos e equipes de TV. Este prédio é aberto a visitação pública. Outro ponto da cidade sempre lembrado é o ótimo Science Museum of Minnesota, com exposições de tecnologia de ponta, coleção de fósseis, exibições interativas, múmias egípcias e um cinema em laser 3D.

 

Provavelmente o apelido de Minnesota - Terra dos Dez Mil Lagos - surgiu com os franceses, os primeiros colonizadores da região. Como a comprovar sua influência um dos lagos mais centrais do estado tem o nome de "Mille Lacs", ou seja, "Mil Lagos", no idioma de Victor Hugo. Mas na prática, a influência atual dos franceses na região não foi além de alguns nomes históricos, já que hoje em dia quase nada lembra aquele período. Na verdade a influência de colonos vindos da Alemanha e Noruega foi muito mais importante e até hoje algumas comunidades locais mantém costumes e tradições ligados àqueles povos. A imagem ao lado foi feita junto à Mille Lacs, considerado um das melhores regiões do estado para prática de pesca, canoagem e vela. 

 

Saint Paul tem vários museus e centros de artes, e entre os principais estão o Minnesota Air Guard Museum, onde encontra-se em exposição um avião A-12 Blackbird. Já o Minnesota History Center é um tipo de museu vivo, com experimentos interessantes, em especial para crianças, enquanto o Minnesota Museum of American Art mostra, como diz o nome obras de artistas americanos.

Nos arredores de Saint Paul visite ainda Minnesota State Fair, que com vários eventos típicos do estado, é considerada a melhor amostra da cultura, artes e culinária locais.

E não deixe também de conhecer Fort Snelling, situado na junção das estradas 5 e 55, onde se tem a sensação de voltar ao século 19. Em datas especiais acontecem eventos contando com voluntários vestidos como soldados de época, onde são encenados momentos importantes da história.

Ao lado, uma imagem feita no centro de Saint Paul, numa tarde muito fria e de vento congelante.

 

Com certeza é  exagero em afirmar que Minnesota é a Terra dos dez mil lagos, mas sim, eles são muitos e uma viajem pelo interior do estado inevitavelmente conduzirá você à diversos, mesmo que não esteja à procura de algum. Fora isto, visitantes em Minnesota podem esperar encontrar um importante conglomerado urbano na região de Minneapolis - St Paul, complementado por muitos campos, agricultura e pastagens nas demais áreas do estado. E não esqueça, se sua visita acontecer durante os meses frios, inclua em sua bagagem roupas muito quentes, cachecol e boas luvas. Afinal, esta é considerada a Sibéria americana...

 

A música desta página é 'Hail Minnesota'. Para interromper sua execução pressione a tecla ESC.  

Minnesota, hail to thee!
Hail to thee, our state so dear!
Thy light shall ever be
A beacon bright and clear,
Thy son and daughters true
will proclaim thee near and far,
They shall guard thy fame
And adore thy name,
Thou shalt be their Northern Star.

Like the stream that bends to sea,
Like the pine that seeks the blue,
Minnesota, still for thee,
Thy sons are strong and true,
From the woods and waters fair,
From the prairies waving fair,
At thy call they throng,
With their shout and song,
Hailing thee their Northern Star.

 


Bandeira de Minnesota