Inicio
Akershus
Amboise
Angers
Arundel
Audley End
Azay le Rideau
Bamburgh
Beaumaris
Blackness
Blenheim
Blois
Bodiam
Budavari
Caernarfon
Caerphilly
Cardiff
Carlisle
Chambord
Charlottenburg
Chantilly
Chenonceau
Chepstow
Cliffords
Conciergerie
Conwy
Criccieth
Doune
Dover
Edinburgh
Ewloe
Fontainebleau
Frederiksborg
Glamis
Hampt Court
Harlech
Hatfield
Heidelberg
Hever
Hohenschwagau
Langeais
Leeds
Linlithgow
London Tower
Neuschwanstein
Newcastle
Norwich
Nottingham
Nymphenburg
Pena
Penshurst
Pierrefonds
Prazsky
São Jorge
Schonbrunn
Scone
Southsea
Stirling
Tonbridge
Urquhart
Versalhes
Villandry
Vincennes
Warwick
Wilanow
Windsor

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Visitamos Dover no dia em que embarcávamos de volta para a França, um pouco antes de seguirmos em direção ao porto e embarcar no ferry. Situado sobre os famosos rochedos brancos do litoral, o castelo é a primeira construção vista por quem se aproxima do litoral inglês, e ao mesmo tempo uma das últimas a permanecerem visíveis ao partir. Ao longo dos século, Dover tem representado a primeira linha de defesa do país.

Site Oficial: Dover Castle

   

Datam de 1066 as primeiras partes do castelo, executadas logo após a invasão da ilha pelas tropas de William o Conquistador. A maior parte do que pode ser visto hoje em dia, no entanto, data do século XII. Sua majestosa torre central, projetada a mando de Henry II, foi a última e mais ambiciosa construção dentre todas neste estilo, a tal ponto que, em termos militares, ela estava obsoleta antes mesmo de sua conclusão.

Vídeo: Dover Castle


Acesso principal

 


The Keep

Seu estilo lembra as torres de Rochester e Norwich, construídas duas gerações antes, durante o reinado do avô de Henry II.  O objetivo de sua construção não era somente representar o poderia militar da ilha, mas também dar uma prova do prestígio e poderio do rei para todos aqueles que se aproximassem da costa, principalmente seus inimigos.

Dover sempre foi, nas palavras do historiador Hubert de Burgh, a chave da Inglaterra, e este conceito não foi alterado até nossos dias, haja vista os planos nazistas de invadir a ilha a partir de Dover.

Na construção do castelo foi gasta uma verdadeira fortuna. Além da grande torre central havia outras 14 torres, distribuídas ao longo da grossa muralha poligonal. Este estilo serviu como modelo para muitos outros castelos construídos um século mais tarde.

Ao visitar o castelo não esqueça de conferir estes pontos principais: Sua torre central (the Keep), e as partes conhecidas como Inner Bailey, St. Johns's Tower, King´s Gate, Palace Gate, the Great Armour Hall, e a plataforma superior (roof platform), no topo da torre quadrada. Veja os canhões, ainda nas suas posições originais, nos dois níveis do corredor conhecido como Caponier. Visite também a sala da guarda e as Norfolk Towers.

 

Dover nunca foi tomado, e apenas uma vez em sua história esteve seriamente ameaçado por seus inimigos. Durante a segunda guerra mundial ficava por trás destas grossas muralhas o posto avançado da inteligência aliada, e foi este castelo uma das primeiras testemunhas da invasão aliada no famoso Dia D. Dover nunca seria apenas um castelo, como já sabia muito bem Henry II ao projetá-lo. Ele foi construído para servir como símbolo de uma nação, e isto você não pode deixar de conferir quando passar pelo litoral sul da Inglaterra. 


Vista aérea de Dover Castle

 

 

Todas as músicas de Castelos e Palácios são reproduções de autênticas canções medievais ou renascentista .
Para interromper a execução pressione a tecla ESC.