Inicio
Akershus
Amboise
Angers
Arundel
Audley End
Azay le Rideau
Bamburgh
Beaumaris
Blackness
Blenheim
Blois
Bodiam
Budavari
Caernarfon
Caerphilly
Cardiff
Carlisle
Chambord
Charlottenburg
Chantilly
Chenonceau
Chepstow
Cliffords
Conciergerie
Conwy
Criccieth
Doune
Dover
Edinburgh
Ewloe
Fontainebleau
Frederiksborg
Glamis
Hampt Court
Harlech
Hatfield
Heidelberg
Hever
Hohenschwagau
Langeais
Leeds
Linlithgow
London Tower
Neuschwanstein
Newcastle
Norwich
Nottingham
Nymphenburg
Pena
Penshurst
Pierrefonds
Prazsky
São Jorge
Schonbrunn
Scone
Southsea
Stirling
Tonbridge
Urquhart
Versalhes
Villandry
Vincennes
Warwick
Wilanow
Windsor

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Há poucos registros conhecidos sobre o castelo de Ewloe, situado no norte do País de Gales, e hoje completamente em ruínas. Ao que consta ele teria sido construído por volta do ano 1150, por ordem do príncipe Owain Gwynedd. Inicialmente uma construção em madeira, apenas cinqüenta anos depois ele foi convertido numa construção de pedra, tal como a vemos hoje.

Do conjunto de prédios que formavam o castelo, o mais antigo era sua torre de dois andares. As muralhas laterais e sua torre circular só foram erigidas a partir de 1255. Uma das poucas referências escritas relacionadas a Ewloe data de 1311, em relatório enviado ao rei Edward III por Payn Tibotot, escrivão da cidade de Chester, situada a pouca distância. No documento, um levantamento dos castelos da região, ele informava ao monarca que Ewloe estava em boas condições de utilização, e que desde 1275 estava em poder do rei Galês Llywelyn ap Gruffydd. Daí em diante, uma bruma negra cobre a história do castelo de Ewloe. Apenas séculos mais tarde, em 1928, foi publicado um estudo mais aprofundado sobre o castelo, mas que, mesmo assim, estava longe de ser conclusivo.

   

Pelo estudo, conclui-se que Ewloe tinha uma forma semicircular, e era constituído por duas seções independentes, construídas em diferentes níveis. Na parte superior estava situada a torre maior, conhecida como Welsh Tower, com um pátio pequeno em seu contorno, e na inferior situava-se a torre menor, circular, e o pátio principal do castelo. Este pátio era o local onde se realizavam as principais atividades externas. Nele estava localizado ainda um poço de água, acessório essencial do castelo, principalmente nas ocasiões em que estava cercado por tropas inimigas, o que não raro durava meses.

 

Também neste pátio trabalhavam os ferreiros, arqueiros, carpinteiros e serviçais em geral, responsáveis pela manutenção de armas, munições, e por manter em dia as provisões do castelo. Alguns historiadores especulam que também no pátio inferior provavelmente estaria situada uma pequena capela, como era usual em construções deste tipo, e que fornecia apoio espiritual aos moradores, principalmente durante as freqüentes guerras e batalhas, entre ingleses e galeses.

As acomodações do senhor do castelo ficavam localizadas no primeiro andar. Circundando todo o conjunto estava situada a muralha principal. O acesso ao interior era feito através de uma ponte suspensa, de madeira, que fornecia uma proteção adicional contra visitantes indesejados. Nos últimos anos, alguns serviços de restauração chegaram a ser executados em Ewloe, mesmo assim, ainda há muito a fazer, quando se pensa na possibilidade de fazê-lo voltar ao estado inicial, como já foi feito com outros castelos do Reino Unido.

De uma forma geral, o que tem-se hoje em dia sobre Ewloe são mais suposições do que certezas. Sua própria localização é desencorajante para visitas. Fomos até lá atraídos por uma pequena indicação num mapa do norte do país de Gales. Mas até conseguirmos achar o local exato foram necessárias muitas perguntas aos moradores.

 

Apenas uma pequena e quase despercebida placa na beira da estrada indica o caminho para chegar ao castelo. E mesmo assim, para chegar até lá é necessário caminhar uma boa distância através de campos, tentando desviar do estrume das vacas galesas. 

Ewloe é um dos castelo mais abandonados e destruídos dentre todos que visitamos, e deu muita pena ver um monumento histórico como esse praticamente esquecido e invadido pelo mato. Ewloe Castle está situado a cerca de quarenta quilômetros da cidade de Chester, Inglaterra.

Ao lado, uma ilustração representa o castelo como era originalmente na época de seu explendor.


 

 

Todas as músicas de Castelos e Palácios são reproduções de autênticas canções medievais ou renascentista .
Para interromper a execução pressione a tecla ESC.