Viagens & ImagensWindsor Castle

Viagens & Imagens no Facebook  Viagens & Imagens no Youtube  Siga o Viagens & Imagens no Twitter  Viagens & Imagens no Panoramio  Viagens & Imagens no Google+  Viagens & Imagens no Flickr

Nesta página estão  fotos e informações sobre o castelo de Windsor, situado em Windsor, Inglaterra.

 

Inicio
Akershus
Amboise
Angers
Arundel
Azay le Rideau
Bamburgh
Beaumaris
Blackness
Blenheim
Blois
Bodiam
Budavari
Caernarfon
Caerphilly
Cardiff
Carlisle
Chambord
Charlottenburg
Chantilly
Chenonceau
Chepstow
Cliffords
Conciergerie
Conwy
Criccieth
Doune
Dover
Edinburgh
Ewloe
Fontainebleau
Frederiksborg
Glamis
Hampt Court
Harlech
Hatfield
Heidelberg
Hever
Hohenschwagau
Langeais
Leeds
Linlithgow
London Tower
Neuschwanstein
Newcastle
Norwich
Nottingham
Nymphenburg
Pena
Penshurst
Pierrefonds
Prazsky
São Jorge
Schonbrunn
Scone
Southsea
Stirling
Tonbridge
Urquhart
Versalhes
Villandry
Vincennes
Warwick
Wilanow
Windsor

 

 

 

 

 

 


 

 

O castelo de Windsor é o maior castelo ainda habitado do mundo, e também o único ininterruptamente habitado há 900 anos. Como um dos mais importantes endereços do Reino Unido, seu nome está intimamente ligado à coroa inglesa.

A origem de Windsor vem do século 7, quando o lugar ainda era ocupado pelas tribos saxônicas. Em 1066, após a invasão de William, este foi o primeiro castelo construído pelo conquistador, ainda em madeira. O local foi escolhido em função de sua proximidade com o rio Thames, em cima de uma colina. Junto com a Torre de Londres, Windsor era parte de um conjunto de fortificações que circundava e protegia a cidade.  

 

Através do tempo, Windsor tem sido usado como palácio, prisão e até cemitério. Um de seus prisioneiros mais famoso foi o Conde de Mowbray, que passou os últimos trinta anos de sua vida atrás das muralhas do castelo. Durante o período medieval, o rei Henry III promoveu grandes reformas em Windsor, com a construção de três novas torres, ornamentadas e dotadas de janelas com vidros, um luxo para a época.  Em 1312 nascia em Windsor Edward III, que viria a ser o responsável pela transformação do castelo em local de freqüentes competições, torneios, justas, festas, banquetes, procissões e grandes assembléias.

A lenda do Rei Arthur e seus Cavaleiros da Távola Redonda também influenciaram a história do castelo, pois fizeram com que Edward decidisse fundar a Order of the Garter, uma espécie de associação entre cavaleiros, com rígidas normas de honra e conduta. Muitas outras ordens semelhantes surgiriam com o tempo na Inglaterra, mas, ao que consta, esta teria sido a primeira.

Outro soberano com nome intimamente ligado à história de Windsor foi Richard II. Em 1390 ele designou Sir Geoffrey Chancer, famoso poeta, como responsável pela reforma na capela do palácio. Durante o reinado de Henry VIII, Windsor também foi palco de execuções. Uma das mais conhecidas foi a do Conde de Surrrey, por este ter-se recusado a aceitar o fim da igreja católica na Inglaterra, conforme decretado pelo rei. Durante a guerra civil Windsor foi ocupado pelos parlamentaristas, e recebeu mais de cinqüenta prisioneiros. O rancor dos rebeldes pela coroa era tanto, que até a capela real foi destruída.

 

O próprio rei, Charles I, foi aprisionado no castelo, antes de ser enviado a Londres para ser executado. Em 1778, graças ao descaso de monarcas como George I e George II, Windsor tinha chegado a um ponto de extremo abandono, e foi declarado inabitável. Foi apenas durante o reinado da rainha Victoria que Windsor voltou a ter o papel de principal palácio da monarquia inglesa. E graças à dedicação e empenho de George IV, devemos o estado atual do castelo, absolutamente esplêndido. Desde então seu aspecto não mudou praticamente em nada.

A melhor época para visitar o castelo é entre os meses de abril e junho. A exemplo do Palácio de Buckingham em Londres, Windsor também realiza a cerimônia de troca da guarda.

Entre os pontos turísticos abertos à visitação estão a Capela de St. George's (na realidade quase uma catedral), cuja obra levou 50 anos para ser concluída, o State Apartments, ricamente decorados com pinturas e tesouros diversos, e que servem como salão de recepções em ocasiões formais e cerimônias reais, e a Queen Mary's Dolls' House, casa de bonecas da rainha Mary, construída na escala 1:12, e que necessitou 1500 artesãos para sua execução.  Os gramados do castelo também são belíssimos, assim não deixe de reservar algum tempo para percorrer suas alamedas, inclusive o trecho conhecido como Long Walk, um imenso caminho em linha reta ligando o castelo até a estátua eqüestre do rei George III. 

Em 1992 um incêndio destruiu diversos aposentos de Windsor, um evento que causou grande comoção em toda Inglaterra, mas após 37 milhões de libras e cinco anos de obras, as áreas afetadas foram reabertas em 1997.

A cidade de Windsor está situada a pouca distância de Londres, e é bem servida de trens diários. Quem desejar também pode visitar o castelo numa das diversas excursões turísticas diárias que partem de Londres.

 

Veja mais detalhes sobre o castelo na página Windsor Castle.

 

Quer deixar uma mensagem no Viagens & Imagens? Utilize o Guest Book 1 (nesta opção você terá uma resposta junto à sua mensagem)
ou o Guest Book 2 (opção para quem não necessita resposta). As mensagens estarão visíveis em pouco tempo.

Todas as músicas de Castelos & Palácios são reproduções de autênticas canções medievais ou renascentistas.