Viagens & ImagensNewcastle upon Tyne Castle

Viagens & Imagens no Facebook  Viagens & Imagens no Youtube  Siga o Viagens & Imagens no Twitter  Viagens & Imagens no Panoramio  Viagens & Imagens no Google+  Viagens & Imagens no Flickr

Nesta página estão  fotos e informações sobre o castelo de Newcastle, situado em Newcastle, Inglaterra.

 

Inicio
Akershus
Amboise
Angers
Arundel
Azay le Rideau
Bamburgh
Beaumaris
Blackness
Blenheim
Blois
Bodiam
Budavari
Caernarfon
Caerphilly
Cardiff
Carlisle
Chambord
Charlottenburg
Chantilly
Chenonceau
Chepstow
Cliffords
Conciergerie
Conwy
Criccieth
Doune
Dover
Edinburgh
Ewloe
Fontainebleau
Frederiksborg
Glamis
Hampt Court
Harlech
Hatfield
Heidelberg
Hever
Hohenschwagau
Langeais
Leeds
Linlithgow
London Tower
Neuschwanstein
Newcastle
Norwich
Nottingham
Nymphenburg
Pena
Penshurst
Pierrefonds
Prazsky
São Jorge
Schonbrunn
Scone
Southsea
Stirling
Tonbridge
Urquhart
Versalhes
Villandry
Vincennes
Warwick
Wilanow
Windsor

 

 

 

 

 

 


 

 

O castelo de Newcastle está localizado no coração da cidade de....Newcastle, norte da Inglaterra. Em 1080, Robert Curthose, filho mais velho de William, o Conquistador, fundou às margens do rio Tyne uma fortificação destinada a proteger as terras da Northumbria, norte da Inglaterra. Esta primeira fortificação construída por Curthose consistia numa singela paliçada cercada por um modesto fosso.  O local escolhido foi o antigo cemitério anglo-saxão, no local conhecido como Monkchester, que, por sua vez, havia sido estabelecido sobre as ruínas de muralhas Romanas.

Apenas em 1168 o forte de madeira foi substituído por uma construção de pedra, que logo passou a ser conhecida como Novo Castelo, ou New Castle. Foi esta a origem da fortaleza que até hoje pode ser vista sobre uma colina dominando o rio Tyne, e que serviria ainda para dar origem e nome à cidade conhecida como Newcastle-upon-Tyne.

A localização escolhida não poderia ser mais adequada do ponto de vista militar: Situado sobre uma colina, o castelo dominava toda região e tinha condições de controlar com facilidade o movimento das embarcações do Tyne.  A construção deste castelo em pedra foi determinada por Henrique II, rei da Inglaterra, e fazia parte do conjunto de pontos defensivos construídos ao norte do país, que incluía ainda os castelos de Bamburgh, Norham e Prudhoe. 

As obras principais foram concluídas no início do século 13. Mesmo assim, como os soberanos seguintes raramente estavam satisfeitos com o trabalho de seus antecessores, estes trataram de ampliar ou guarnecer ainda mais as defesas já existentes. Por isso, também o castelo de New Castle recebeu adendos importantes, como a grande torre Black Gate, edificada junto ao portão norte entre 1247 e 1250 e uma grande muralha cercando o castelo e toda a cidade, Quando finalizada, esta muralha compunha-se de dezessete torres e seis portões de acesso, conhecidos como Sand Gate, West Gate, New Gate, Pandon Gate, Pilgrim Gate e Close Gate. Isto fez com que a cidade passasse a ser considerada como a mais fortificada da Inglaterra e uma das melhores de toda Europa.

 

Após a execução das muralhas não ocorreram novas obras no conjunto, e como conseqüência da falta de manutenção e dos combates que o castelo precisou enfrentar, teve início um período de decadência. Por volta de 1600, praticamente toda estrutura das muralhas e torres de New Castle estavam em ruínas e sem condições de desempenhar funções militares.  Apenas em 1618, por ordem do rei James I, ocorrem fatos novos, quando ele autoriza um de seus homens de confiança, Alexander Stephenson, a erigir construções no interior das muralhas do castelo, o que propiciou  a chegada de um novo ciclo de melhoramentos. 

Estes melhoramentos, entanto, não duraram muito, e com a chegada da guerra civil na Inglaterra, ocasião em que os parlamentaristas liderados por Oliver Cromwell tentaram acabar com a monarquia, New Castle transformou-se no último bastião da resistência aos parlamentaristas, e por isso permaneceu cercado, sofreu um longo sítio, e foi muito danificado. Com o fim da guerra civil e após o curto período em que o parlamentarismo vigorou no país, o castelo de New Castle for praticamente abandonado à própria sorte.

Enquanto a cidade de Newcastle crescia à sua volta, justamente o ponto que havia originado aquela localidade entrava em acelerado processo de decomposição. Foi apenas com a chegada do século 19 que o povo decidiu não mais assistir de forma impassível à destruição do marco inicial de sua cidade. Foi dado então início a um lento e gradual processo de recuperação. Até hoje, a maior parte das obras tem-se concentrado na reforma da torre central (Keep), o ponto mais proeminente do conjunto. Reformada por etapas, ela sofreu diversas reformas entre 1810 e 1980.

Ao subir as escadarias da Keep (foto acima), é preciso reconhecer que os trabalhos foram muito bem executados. A impressão geral que tem-se ao entrar é a de um ambiente verdadeiramente medieval, que não sofreu a ação do tempo. Foram mantidas as características da construção, o material utilizado na reforma é muito semelhante às pedras de séculos atrás, e quase nem se pode perceber o que é original e o que é reconstituído.  

 

A Keep de New Castle tem vários andares, e na época da construção, cada um deles tinha uma função bem definida. O térreo abrigava a capela, construída sob a escadaria principal e um grande depósito, utilizado para guardar provisões do castelo.  No primeiro andar havia um salão, destinado às audiências públicas e uma sala menor, conhecida como Queen’s Chamber. Tinha também uma câmara, onde ficavam os guardas encarregados de controlar a movimentação nos acessos ao castelo. 

O segundo andar abrigava o Great Hall,  principal salão do conjunto. Neste grande aposento com cobertura em arcos, o senhor do castelo organizava festas, recepções e promovia os principais eventos políticos e administrativos. Neste andar estavam também localizados os aposentos particulares do rei e a cozinha, facilmente identificável pelo grande poço no centro da peça, e que colhia água através de um canal ligando o subsolo do castelo ao rio Tyne.

 

Prosseguindo pelas íngremes escadarias da torre chega-se até a cobertura da Keep, guarnecida nos quatro lados por muralhas entremeadas por seteiras e de onde se tem uma excelente vista de toda cidade e de ambas as margens do Tyne. Quem quiser conhecer outros trechos remanescentes das muralhas deve ir até o lado oeste da cidade, na região de Stowell Street. À leste também podem ser vistos trechos parcialmente conservados de três dos seis portões originais. Ao lado, foto clicada no alto do castelo, de onde se tem uma bela vista da cidade, do rio e da ponte que liga suas margens norte e sul.

A parte mais interessante da visita é a visita ao coração do castelo, representado por sua torre central, e onde atualmente funciona um pequeno museu com objetos de época, armas, espadas, balas de canhão, etc. O castelo está situado a cerca de 500 metros do centro da cidade, e embora seja a única parte remanescente da estrutura original, ainda assim é uma visita impressionante e traduz bem a grandeza do que um dia foi NewCastle, uma das mais bem fortificadas cidades da Europa medieval. 

Veja um vídeo que gravamos visitando Newcastle Castle.

 

Quer deixar uma mensagem no Viagens & Imagens? Utilize o Guest Book 1 (nesta opção você terá uma resposta junto à sua mensagem)
ou o Guest Book 2 (opção para quem não necessita resposta). As mensagens estarão visíveis em pouco tempo.

Todas as músicas de Castelos & Palácios são reproduções de autênticas canções medievais ou renascentistas.