Inicio
Akershus
Amboise
Angers
Arundel
Audley End
Azay le Rideau
Bamburgh
Beaumaris
Blackness
Blenheim
Blois
Bodiam
Budavari
Caernarfon
Caerphilly
Cardiff
Carlisle
Chambord
Charlottenburg
Chantilly
Chenonceau
Chepstow
Cliffords
Conciergerie
Conwy
Criccieth
Doune
Dover
Edinburgh
Ewloe
Fontainebleau
Frederiksborg
Glamis
Hampt Court
Harlech
Hatfield
Heidelberg
Hever
Hohenschwagau
Langeais
Leeds
Linlithgow
London Tower
Neuschwanstein
Newcastle
Norwich
Nottingham
Nymphenburg
Pena
Penshurst
Pierrefonds
Prazsky
São Jorge
Schonbrunn
Scone
Southsea
Stirling
Tonbridge
Urquhart
Versalhes
Villandry
Vincennes
Warwick
Wilanow
Windsor

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Urquhart é um dos castelos mais famosos da Escócia, não apenas por pessoas interessadas em castelos, mas também por ser o principal ponto de observação para quem espera poder ver o famoso Monstro de Loch Ness. É deste ponto, junto ao castelo, de onde se tem a melhor visão do lago onde dizem que mora este ser estranho, de longo pescoço em forma de serpente e corpo de tartaruga gigante, remanescente da pré-história. Visitar Urquhart Castle é também uma oportunidade de tentar constatar, com os próprios olhos, se existe alguma verdade na história do famoso monstro.

A origem do castelo data do ano 1228, quando os habitantes da província de Moray se revoltaram contra o rei Alexandre II, o soberano local. A revolta dos camponeses foi esmagada, mas para evitar que novos acontecimentos do gênero surgissem entre os habitantes do norte da Escócia, o rei decidiu construir uma fortificação capaz de garantir a paz e seu controle da região. 

Como a população lhe era hostil, foi necessário projetar um castelo inexpugnável e que servisse também como residência. Seus projetistas estavam certos, pois o castelo foi, efetivamente, palco de muita turbulência durante quinhentos anos. Nas lutas de Independência da Escócia contra a Inglaterra, foi diversas vezes atacado e sitiado por tropas vindas da Inglaterra. O castelo tinha outras funções além de resistir às investidas Inglesas. Sua posição proeminente, isolada, construído às margens do lago e visível de grande distância, era também uma forma de proclamar à população local o poderio e força dos senhores do castelo, pertencentes ao Clan MacDonald.

O castelo servia como ponto central para a corte, hotel, centro administrativo da região, alojamento de tropas e residência para os membros do Clan. Quando em 1275 Alan Durward, senhor do castelo e um dos principais nomes do clan morreu sem deixar herdeiros homens, a propriedade foi transferida para outro nobre Escocês, John Comyn, senhor das regiões de Badenoch e Lochaber.

Vídeo: Urquhart Castle

Mas seu poderio durou pouco, pois alguns anos depois os ingleses invadiram a Escócia, massacrando várias cidades e Urquhart foi tomado. A distância da Inglaterra, no entanto, serviu como aliada do castelo, pois embora os ingleses tivessem conseguido tomá-lo, não foi assim tão fácil mantê-lo em suas mãos. Robert the Bruce, logo que foi coroado rei da Escócia em 1306, engajou-se numa lota atroz contra os ingleses, e em 1308 ele já havia aniquilado com os invasores e retomado Urquhart. Mas ainda assim, após sua morte, no ano de 1329, a Escócia voltou a ser invadida e mergulhou num período negro sob o domínio inglês.

Apenas em 1357 foi assinado um frágil tratado de paz entre Escócia e Inglaterra, pondo fim a mais de cinqüenta anos de derramamento de sangue no pátio de Urquhart.  Mas nesta época, as ameaças já eram outras. Os diferentes Clan escoceses disputavam constantemente o poderio, entre si e com a coroa, e o castelo foi bastante danificado em batalhas ocorridas ao longo dos séculos XV e XVI.

Por cerca de 150 anos a propriedade do castelo alternou entre o rei e os senhores feudais, e estas constantes guerras danificaram o castelo de tal forma, que ele nunca mais voltaria a ser como antes. O último ato da história de Urquhart foi em 1692, quando o castelo teve algumas de suas partes propositalmente explodidas pelos ocupantes, para evitar que elas pudessem ser futuramente utilizadas pelas tropas adversárias.

Hoje, quando a única coisa que resta daquelas batalhas campais são lendas e histórias, as ruínas de Urquhart, apesar de estarem situadas num dos locais mais belos da Escócia, nos deixaram uma estranha sensação de tristeza. Talvez por ser um testemunho eloqüente do que as guerras e a intolerância entre os povos são capazes de causar, e a destruição que podem trazer.

Urquhart Castle situa-se a poucos quilômetros ao sul da cidade de Inverness, capital das Highlands, região situada no extremo norte da Escócia. Uma tranqüila e sinuosa estrada que margeia Loch Ness passa bem em frente ao pátio que dá acesso ao castelo, e esta é uma daquelas visitas que quem estiver fazendo um roteiro pela Escócia, não pode nem sequer pensar em deixar de fazer.

 

Todas as músicas de Castelos e Palácios são reproduções de autênticas canções medievais ou renascentistas.
Para interromper a execução pressione a tecla ESC.